domingo, 13 de dezembro de 2020

Negacionismo genocida de Bolsonaro

Valéria Correia 

Profa. Dra. da FSSO/UFAL, integrante do FórumSUS e da FNCPS


Bolsonaro afirmou esta semana (10/12) que o Brasil está vivendo o "finalzinho de pandemia", no dia em que 22 unidades da federação estavam com tendência de alta nas mortes por Covid-19. O negacionismo genocida de Bolsonaro continua estarrecedor. 

A segunda onda do novo coronavírus se aproxima, já são mais de 180 mil vidas ceifadas e o general interventor do Ministério da Saúde continua sem um plano nacional de enfrentamento da Covid-19 para o país. 

A política genocida que minimiza a pandemia nega a sua cura. Bolsonaro tem dificultado a aquisição da vacina contra a Covid-19. Em maio vetou dispositivo que obrigava a Anvisa a certificar vacinas em até 72 horas. Veto que foi derrubado pelo Congresso Nacional, em agosto. Em novembro desautorizou o Ministério da Saúde a comprar a vacina chinesa desenvolvida pelo Instituto Butantan em parceria com a Sinovac. Em seguida, afirmou que não iria tomar a vacina. O que provocou uma dúvida sobre o uso da vacina em parte da população que o segue cegamente. Os mesmos que dispensam o uso de máscaras e não obedecem aos protocolos de distanciamento social, provocando a propagação do vírus e o aumento de mortes.

Apesar de ser o Brasil o país que registra o segundo maior número de casos de Covid-19 no mundo, nos últimos dias, não existe pressa na aquisição da vacina por parte do Governo Federal, muito pelo contrário, a todo momento o governo cria dificuldade. Não definiu uma política de aquisição de insumos para vacinação em massa e, sequer, havia elaborado um plano nacional de vacinação, até ser provocado pelo STF.

Os poucos passos do Governo Federal para o enfrentamento da Covid-19 são resultados de iniciativas do Congresso ou de ações judiciais. Apenas no dia 12/12/2020 um “plano nacional de operacionalização da vacinação contra a covid-19” foi entregue pelo Governo Federal ao STF, sendo anexado às ações que tramitam no STF sobre o tema. Esse plano foi entregue dias depois do Ministro relator, Ricardo Lewandovsk, ter votado para que o governo apresentasse um plano com estratégias e ações sobre a vacinação em 30 dias. Ressalta-se que as referidas ações foram apresentadas pelos partidos de oposição ao Governo Bolsonaro. Uma foi apresentada pelo partido Rede, e a outra pelos partidos PCdoB, PSOL, PT, PSB e Cidadania.

O negacionismo genocida de Bolsonaro precisa ser apurado como crime de responsabilidade! São 180.552 mil óbitos por Covid-19 (em 12/12), e se somar aos 68.923 óbitos registrados como Síndrome Respiratória Aguda Grave não especificada chega-se em 249. 475 óbitos no Brasil. Quantos mais precisam perder a vida? A exigência de todas as medidas necessárias para a vacinação com acesso universal de imediato deve estar na ordem do dia, já que o SUS, por meio do Programa Nacional de Imunizações (PNI), tem capacidade, organização, estrutura e experiência bem sucedida em vacinações.

sábado, 28 de novembro de 2020

Campanha #EmDefesaDaARCA

O Fórum Alagoano em Defesa do SUS e o MOPS/Alagoas em solidariedade às famílias do acampamento A ARCA, que perderam suas moradias em um incêndio ocorrido em 25/11/2020, lança a Campanha Solidária #EmDefesaDaARCA para mobilizar a arrecadação de insumos necessários ao atendimento das necessidades básicas imediatas e à reconstrução de suas moradias. 


Temos três pontos de apoio para arrecadação: 
RIO LARGO – Loteamento Bosque das Palmeiras nº45, Tabuleiro do Pinto (Clara- 82 9 8840-3885); 
MACEIÓ – Rua Ângelo Martins nº234, Pajuçara (Edna- 82 9 9991-5345); 
MACEIÓ - Rua Murilo Cardoso Santana, 54. Clima Bom (Inês- 82 9 8874-3433) 





sexta-feira, 30 de outubro de 2020

Reunião FórumSUS-Convite





O FórumSUS convida a todos/as para reunião online dia 04/11/2020 às 18h pelo Skype!

O link da reunião poderá ser solicitado pelo bate papo ou por e-mail, na lista. Caso queira ter acesso, falem conosco nas redes sociais.

Venham e #DefendamOSUS conosco!

Compartilhem!

AbraSUS



quinta-feira, 29 de outubro de 2020

terça-feira, 6 de outubro de 2020

Ciclo de Debates "Pandemia e direitos sociais: As vozes que precisam ser ouvidas ".

 Na próxima sexta-feira, 09/10, às 15:00h o MP Comunitário (@MpComal) promoverá mais uma LIVE do Ciclo de Debates "Pandemia e direitos sociais: As vozes que precisam ser ouvidas ".

O objetivo do ciclo é promover reflexões sobre o atual contexto social e a garantia de direitos junto aos profissionais da rede, usuári@s e movimentos sociais. Desta vez, contaremos com a presença do médico da Família e Comunidade Bruno de Lima Fontan - membro do Fórum em Defesa do SUS ; e com Maria Nazaré Bonifácio de Almeida - Bacharela em direito, trabalhadora da Unidade Básica de Saúde Dr. Roland Simon, membra do Conselho Gestor da UBS Roland Simon.

Vamos participar desse importante debate!




segunda-feira, 27 de julho de 2020

segunda-feira, 20 de julho de 2020

Campanha #EmDefesadaVida

No dia 18 de julho, Alagoas alcançou o total de 49.583 casos confirmados e 1.381 óbitos. Os números de contágio são crescentes e alarmantes, mas o Governo do Estado de Alagoas está seguindo com sua política de flexibilização adotando o "plano de distanciamento controlado" portanto colocando os interesses do mercado acima do lucro, e se desresponsabilizando da implementação de ações que possam garantir o distanciamento social.

Diante de todo esse descaso, seguimos com nossa campanha #EmDefesadaVida #NãoFlexibilizaGovernador e exigimos que a vida do povo alagoano seja prioridade nas ações de enfraquecimento da COVID-19 em Alagoas.

Para aderir a campanha, é necessário publicar uma foto sua com a #EmDefesadaVida #NãoFlexibilizaGovernador e compartilhar no seu perfil, marcando @forumsus_alagoas. Estaremos recebendo as fotos até amanhã 21/07/2020 às 15h.


Vamos juntos!!

Nossas vidas valem mais que o lucro!!

#ForumSUSAlagoas #SUS #EmDefesadoSUS #EmDefesadaVida #NãoFlexibilizaGovernador #JuntosSomosMaisFortes #FicaEmCasa




quarta-feira, 15 de julho de 2020

Campanha #EmDefesadaVida

 O Governo do Estado de Alagoas irá flexibilizar as medidas de distanciamento social, a partir da sexta-feira (3), permitindo a reabertura do comércio; mesmo diante do quadro de casos de COVID-19 em Alagoas, que registra mais de mil mortes e se mantém em curva ascendente de contágio.

Enfatizamos os riscos dessa flexibilização para a vida da população alagoana, visto que, segundo as informações da Secretaria de Estado da Saúde (Sesau) no boletim emitido sobre as ocupações de leitos de UTI do Estado, Maceió conta com 84% de leitos de UTI ocupados. Com esses números, a situação é preocupante e poderá se agravar com a interiorização da COVID-19 e os poucos leitos disponiveis no interior.


A vida deve estar acima do lucro!!

Seguimos em #EmDefesadaVida  #NaoFlexibilizaGovernador









segunda-feira, 29 de junho de 2020

Campanha do FórumSUS Alagoas #EmDefesadaVida #NãoFlexibilizaGovernador






No Brasil, os óbitos causados pela COVID-19, ultrapassam 55 mil mortes. Em Alagoas, são mais de 975 mortes.  Com enfoque no Estado de Alagoas, tem-se mais de 32 mil casos confirmados e, mesmo diante de todos esses dados alarmantes, o Governo do Estado pretende realizar a abertura gradual do comércio. 

As medidas de flexibilização já estavam presentes, desde o decreto 69.935 de 31 de maio de 2020, demonstrando a tendência do governo de Alagoas em priorizar os interesses do mercado, enquanto cresce o número de casos, que coloca em risco a vida da população alagoana. 

Dessa forma, ficam os seguintes questionamentos: Quantas vidas serão perdidas para que medidas sejam tomadas? O que é considerado essencial nesse momento, a diminuição dos casos diários e a valorização da vida ou priorizar a abertura do comércio? Qual a certeza que estamos seguros para voltar a circulação/grandes aglomerações?

Reafirmamos que a vida deve estar acima do lucro. Portanto, nos colocamos contra a política de morte do Governo Federal,  implementada pelo Governo do Estado de Alagoas, ao permitir a reabertura do comércio e não garantir as condições para que as pessoas fiquem em casa. Acreditamos que neste momento a flexibilização trará prejuízos irreparáveis, sendo assim,estamos lançando a campanha virtual #EmDefesadaVida #NãoFlexibilizaGovernador. Com ela, estaremos mais uma vez ampliando nossas vozes.

Para aderir a campanha, é necessário publicar uma foto sua com a #EmDefesadaVida #NãoFlexibilizaGovernador e compartilhar no seu perfil, marcando @forumsus_alagoas  ou então nos enviando por alguma rede social. Estamos no Facebook e também por E-mail!!

Vamos juntos!!
Nossas vidas valem mais que o lucro!!